Dr. Marcelo Rocha explica os mitos das contusões

Um dos mitos que cercam o CrossFit é em relação as contusões. Muitas pessoas acabam deixando de experimentar a modalidade por conta dos boatos que afirmam que quem pratica se machuca. Pensando nisso, conversamos com o Dr. Marcelo Rocha, fisioterapeuta e osteopata especialista em dores crônicas, disfunção da articulação temporomandibular, doenças da coluna, entre outros. Marcelo falou com a nossa equipe sobre esse mito que afasta algumas pessoas do CrossFit e deu dicas de como evitar as dores articulares nos praticantes. Acompanhe:

Quais são os problemas mais comuns que atletas de CrossFit apresentam?

O CrossFit mudou todo conceito de atividade física. Antes era comum o treinamento com pesos, trabalhando com exercícios para músculos isolados. Assim, na maioria das vezes a parte aeróbia e os exercícios de flexibilidade eram ignorados, o CrossFit oferece exercícios multiarticulares. Portanto, exige do corpo como um todo. Então as queixas mais comuns são dores na coluna, ombros e joelhos.

Qual a importância de se estudar o problema através de todo o corpo e não só em um ponto especifico?

Desenvolver o corpo de forma global é muito importante para manter a força e flexibilidade de forma simultânea. Por isso, exercícios multiarticulares possibilitam uma grande variedade de exercícios funcionais, podendo direciona-los de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Quais os métodos que você geralmente utiliza para tratar seus pacientes?

Atualmente utilizo o modelo Biopsicossocial para o tratamento de dores agudas e crônicas. Assim,  dentro desse modelo, a Terapia Cognitivo Funcional se destaca na fisioterapia moderna. Assim ela associa técnicas de Terapia Manual e movimentos específicos capazes de reduzir a intensidade da dor. É muito mais uma abordagem multidimensional para que o tratamento seja bem-sucedido.

Geralmente são pacientes novos no esporte ou mais velhos que acabam se lesionando?

Geralmente pessoas novas no esporte sofrem com as lesões.  É comum no início os praticantes se preocuparem com o alto rendimento sem ter a técnica e flexibilidade adequadas e acabem se lesionando. Com o tempo e o desenvolvimento da consciência corporal, o corpo se adapta aos treinos e as lesões ficam menos frequentes.

Muitos falam que o CrossFit é uma atividade que lesiona mais seus praticantes, por que isso?

Estatisticamente a pratica de corrida gera 4x mais lesões do que a pratica do CrossFit. Pessoas adquirem lesões nos tendões e rupturas espontâneas por serem sedentárias. Se o praticante puder ter um treino particular, com turmas reduzidas, a qualidade da execução dos exercícios seria maior e com isso uma redução de possíveis lesões.

É possível evitar que o atleta tenha que operar se ele se tratar com os seus métodos de trabalho?

É possível evitar uma cirurgia seguindo a metodologia que uso atualmente, a ciência suporta essa afirmação. Cerca de 95% das hérnias de disco, são tratadas sem cirurgia por exemplo, 80% dos exames de imagens são semelhantes em sintomáticos e assintomáticos. Antes de optar em fazer qualquer cirurgia, procure um especialista em Dor.

Como o atleta de crossfit pode se precaver das dores nas articulações?

Desenvolver hábitos preventivos é muito importante. Para o praticante se prevenir de lesões é preciso priorizar seu treino, é impossível treinar em alta intensidade o ano todo. O descanso é fundamental para os músculos se recuperarem. O bom senso é essencial na hora de fazer determinado exercício.
Inclua sessões de auto liberação miofascial com acessórios e tenha um Fisioterapeuta com quem você possa contar para evitar que a dor interrompa seus treinos.

 

 

Dr Marcelo Rocha

(21) 988075384

Endereço: Rua Engenheiro Enaldo Cravo Peixoto nº 105 – Tijuca – Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *