Como fazer corretamente os treinos pós pandemia

Voltar aos treinos e sair do marasmo de casa é maravilhoso sem dúvidas. Aliás, poder sair e trocar os treinos adaptados com que temos nas nossas residências, pela possibilidade de novamente pegar uma barra parece ser a salvação.

Porém, respeitar o corpo e os limites, nesse momento, passam a ser ainda mais importantes do que antes da pandemia chegar. Obviamente, a vontade de ter novamente aqueles 100kg, para quem conseguia, nos ombros é uma das grandes vontades. Porém, o tempo longe dos boxes pode tornar essa ação extremamente perigosa e lesiva.

Afinal, o seu corpo está desacostumado aos treinos com cargas elevadas, por isso, uma lesão pode ser mais fácil de ser conquistada do que o seu antigo PR. “O maior desafio dos coachs agora nessa volta é controlar a ansiedade da galera que está querendo tirar o prejuízo desse tempo de Quarentena. Mas não adianta, estamos vivendo outro momento”, afirma o presidente da Rio Federação Fitness Funcional (RioF3), Arley Polessa.

O coach ainda explica os motivos pelos quais não se deve, nesse primeiro momento, querer voltar aos antigos pesos. “Nesse momento, devemos voltar devagar e com cuidado porque a cabeça ainda esta com a memória neural de quando você estava treinando ainda, mas o seu corpo não. Alias, ele esta em outro momento e isso tem que ser respeitado e adquirido aos poucos”.

Por conta disso, Arley salienta que o ganho de força pode ser muito bem adquiridos com exercícios onde não há necessariamente um sobrepeso e sim, o peso corporal. Contudo, ele destaca movimentos, como por exemplo o ring muscle Up feito totalmente na força. “Ele é mais complexo, mas há também o push Up, ring row, ser Up, e um mundo de exercícios mais simples.

Foque em melhorar suas valências nos treinos e sempre respeite seu corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *