Como treinar de máscara e com qualidade

A Pandemia mudou realmente o dia a dia de quem treina. Afinal, antes um dos assuntos mais debatidos dentro do box eram referentes aos equipamentos, tênis e roupas de Cross. Mas agora, o assunto que mais se fala é qual a melhor máscara para se usar nos treinos?

Pano, TNT, forro reforçado, dupla face, com elástico atrás das orelhas, atrás da cabeça, entre um mundo de opções. Porém, a grande realidade é que a melhor máscara é de fato aquela que você se sente mais confortável de usar, mas há outros aspectos importantes para se pautar e fazer com que a máscara atrapalhe menos na hora do treinamento. Exatamente, até a maneira como você está treinando pode ajudar ou intensificar mais a tranquilidade ou o desconforto de treinar com a máscara.

É fato que o desconforto de respirar e aspirar o ar bem próximo do rosto é grande. Por isso, analisar qual o tipo de treinamento que será feito é o primeiro passo a ser seguido. A máscara é uma barreira física e diminui a oferta de oxigênio, que serve como um tipo de combustível para o músculo.
Para o organismo, ele exige maior esforço do sistema respiratório para captar o ar, o que dificulta o exercício e pode antecipar a fadiga.

Então o primeiro passo é entender essa realidade, com isso, diminuir o ritmo e a intensidade do que era treinado antes da pandemia é o grande segredo. Para os treinos de cardio, o ideal é manter um ritmo mais leve a moderado durante as atividades, assim cadenciando durante as corridas, pedalas e remadas.

Treino de cardio

“Sugiro que nesse momento o atleta use a percepção de esforço em vez do monitor cardíaco para controlar a intensidade do treino. Já que a máscara é um fator limitante e pode alterar os batimentos cardíacos”, explica, Sérgio Maurício, médico do esporte e ortopedista pela UFRJ em entrevista a UOL. Dessa forma, em workouts longos que exijam muito o cardio, vale a pena dar descansos mais longos e não tentar chegar ao limite de uma vez. Pois a recuperação será mais demorada.

Treinos de peso e anaeróbico

Quando os treinos são focados em levantamentos de peso ou treinos de musculação, o ideal é dosar a intensidade dos exercícios. Dessa forma, não é preciso baixar os pesos, mas sim dar mais tempo de descanso entre uma rep e outra quando necessário. Porém, perceber o cansaço do corpo, é uma ótima saída para perceber quando parar e quando continuar.

Para quem esta voltando agora os treinamentos ficar atento a sinais como tontura, sonolência, fadiga e falta de ar excessiva, o mais ideal é parar o treino e se recuperar. Afinal, é um período de adaptação importante para o corpo e voltar aos treinos mais intensos, após tantos dias parados, naturalmente já exigirão mais do corpo.

Mas afinal, qual a melhor máscara?

Diversos coaches e médicos já discutiram sobre esse fato. Aliás, diversas marcas já criaram todos os tipos possíveis e impossíveis de máscaras. Mas a grande verdade é que cada um se adapta de maneira diferente de máscara. Entre todas as testas pela nossa equipe, as máscaras de TNT acabaram sendo as mais confortáveis.

Contudo, muitas pessoas adquiriram a de pano e se adaptaram de maneira tranquila. Por isso, vale a pena tentar e experimentar o máximo possível antes de saber qual a melhor e mais adaptada a você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *