CrossFit Gorila’s na contramão da pandemia

Todos os boxes sofreram com a pandemia. Muitos deles aliás tiveram que fechar suas portas. Porém, assim como alguns fecharam, outros abriram. Sim, bem em meio a pandemia, tivemos alguns boxes inaugurando pelas cidades no Brasil. Pensando nisso, fomos conhecer alguns e conversar com os donos para entender como superar o período pandêmico. Para hoje, entrevistamos Marcelo Leonardo, proprietário do CrossFit Gorila’s, inaugurado no dia 06 de setembro, o box é localizado na região de Anchieta, zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

Como foi abrir o CrossFit Gorila’s em meio a pandemia?

Assim que alugamos o galpão, dois dias depois foi decretado o fechamento de tudo. Quarentena. Com isso, no início, ficamos um pouco apreensivos, mas depois buscamos enxergar o lado positivo. Afinal, não teríamos pressa em fazer as obras e os materiais seriam mais baratos. Pois as empresas precisavam vender. Mas a grande dificuldade seria saber o quanto tempo iria durar a quarentena.

Como foi aproveitar esse momento para fazer as reformas?

Como tivemos que modificar o galpão todo, corremos muito atrás de preço. Orçamentos de vários pedreiros e de muitas lojas de materiais. Muitas coisas, nós mesmo tivemos que pegar e fazer. O grande lance nesse período foi negociar valores a vista com os fornecedores para obter descontos.

Precisaram adaptar algo além dos pontos básicos de protocolo para abrir?

A inauguração foi pensado na véspera de um feriadão para reduzir mesmo o número de pessoas e evitar aglomerações. Muitas pessoas estavam preocupadas com o distanciamento, uso de máscara e áreas demarcadas.

Falando em público. Como esta sendo a adesão nesse período? Quantos alunos a Gorila’s possuem até o momento?

Graças a Deus nossa meta do primeiro mês foi batida. Fizemos um cálculo de quantos alunos precisaria para o box se pagar, dentro de cada plano nosso. Hoje, com um mês de box, fechamos com um total de 85 alunos, fora os alunos que vem de fora com o Gympass.

Você acredita que a abertura dentro da pandemia trouxe alguma dificuldade estrutural e financeira?

Não, porque como foi um projeto pensado desde o ano passado, ficamos mais tranquilo. Dificuldade não seria a palavra, nas sim preocupação. Mas o planejamento é tudo. Como tínhamos feito um cálculo de todos os custos do box, desde o aluguel, passando pela obra, material e funcionário nos organizamos financeiramente para esse projeto.

Cogitou a hipótese de segurar a abertura para esperar o fim da pandemia? Precisou dispensar professores?

Não pensamos nessa hipótese. Quando foi ocorrendo o relaxamento da pandemia, aí que aceleramos as obras. Todos os nossos colaboradores estavam cientes dos nossos projetos. Acordamos valores com eles e com os estagiários, e cumprimos. Montamos a grade com o necessário de profissionais que precisamos, nem mais, nem menos.

O que você pode dizer para quem esta tentando abrir o seu Box nesse período?

Planejamento. Muito planejamento. Busque informações com quem já está no mercado e vem dando certo. Além de fazer sempre uma pesquisa de preço. Afinal, muitas empresas estão precisando se recuperar, negociar sempre valores. Então, tenha uma reserva para os primeiros meses de box aberto, nem sempre o box se paga no primeiro mês. Por fim, tenha profissionais que acreditem no seu projeto e abrace sua causa. Valorize seus colaboradores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *