Entenda suas dificuldades no Overhead Squat

Anteriormente falamos sobre o Snatch, o primeiro passo para realizar o Overhead Squat. Talvez seja quase uma lei que esse exercício seja o mais dificultoso para quem começa o CrossFit. Mas também, não poderia ser diferente. Afinal, além de fazer o movimento de jogar a barra para cima da cabeça, o atleta tem que realizar um agachamento. Aliás, um agachamento quebrando o paralelo. Dessa maneira, o Overhead Squat exige muita flexibilidade, estabilidade funcional, postura e claro, um core em dia. Para o movimento ser limpo é necessário agachar com a barra acima da cabeça e os braços esticados, sem desequilibrar, algo extremamente difícil, principalmente para iniciantes.

Ter uma boa flexibilidade de calcanhar é uma ótima saída para ajudar a executar o movimento com certa tranquilidade. Porém, há aqueles que utilizam o tênis lifter para ajudar nessa deficiência. Mas basta melhorar o alongamento que você poderá poupar dinheiro e evoluirá da maneira certa. Para quem quer descobrir possíveis deficiências do movimento de inicio, basta tentar fazer o Overhead Squat com uma barra leve ou até com os bastões de PVC.  Dessa forma, em uma simples agachada é possível descobrir onde há deficiências a serem melhoradas. O peso leve fará com que você possa agachar com mais tranquilidade e menos agilidade, assim, assinalando os pontos deficitários.

É comum ter dificuldades nesse movimento, quando falamos de membros superiores, nos ombros. Afinal, exige um alongamento dessa região que muitas vezes não é tão usada no dia a dia. Por isso, vale a pena gastar um tempo alongando os ombros, aliás, as pernas e o glúteo também. Pois são os grupos musculares mais usados.

Melhore seu desempenho no Overhead Squat

Existem alguns movimentos e treinamentos que poderão auxiliar a conseguir conquistar um Overhead Squat perfeito. O primeiro que podemos destacar, além do alongamento já dito anteriormente, é o fortalecimento do core. Muitas pessoas não sabem, mas o core vai muito além da linha abdominal e envolve também a região lombar e o glúteo, simplificando. Por isso, movimentos como prancha, hollow rock, Toes to Bar, Superman e até mesmo o air squat, poderão auxiliar, e muito, para o movimento. Outra grande dificuldade do Overhead Squat, é conseguir manter a barra em cima da cabeça e estabiliza-la. Muitas vezes é possível jogar a barra até o alto, mas estabilizar ela parece impossível.

Por isso, respeitar o peso é algo ideal, procure passar o PVC para a barra limpa, sem peso algum, e passe a aumentar esse peso gradativamente. Fazendo dessa maneira você conseguirá ganhar a estabilidade necessário para treinar o agachamento. Aliás, o agachamento é outro aspecto importante. Não se afobe na subida, sem o excesso de peso, você poderá entender o movimento e a importância de ter  os pés bem colocados. Pois assim, o peso recai sobre o calcanhar, assim o trapézio, ombros e cotovelos contraídos mantém a barra na posição correta acima da cabeça. Dessa forma, perder a estabilidade ficará bem mais difícil.

Porém, mesmo com todas essas dicas importantes, o melhor a se fazer ainda é escutar seu coach. Afinal, é ele quem te acompanha diariamente e vê a sua evolução. Então, pergunte sempre a ele o momento em que deve aumentar o peso e se chegou a hora de trocar o PVC pela barra. Ele também será a pessoa ideal para melhorar a suas deficiências nos movimentos, Por isso, escute-o.