WBrasil, registrando “a conquista dos atletas”

Ele é um dos culpados pelas melhores imagens dentro das arenas de CrossFit. Aliás, WBrasil está presente nos principais eventos do estado fluminense. Com clicks certos e nos principais momentos, nosso entrevistado de hoje vem ganhando a cada dia mais destaque dentro do cenário do CrossFit nacional.

Para ajudar a entender melhor como funciona a fotografia profissional de cross e quem é o cara que já se transformou na escolha número 1 de muitas pessoas, conversamos com WBrasil. Com seu jeito tranquilo e sem se preocupar com a concorrência, o carioca falou sobre sua experiência nas arenas. Confira:

Quando vc começou a fotografar?

Desde 2015 eu vinha fotografando, casamentos, ensaios e eventos em geral. Mas em 2017, comecei a treinar CrossFit e me apaixonei pelo esporte, no Box CrossFit Ilha de Irajá comecei a fotografar os treinos dos Coachs. Aí já viu né? (risos) 

Você vive da fotografia ou tem outra profissão?

Não, infelizmente não é possível viver só de fotografia no país. Por isso, tenho outra profissão, sou Gerente de Projetos da Bradesco Seguros.

Como chegou ao CrossFit?

Nunca gostei da metodologia de treino das academias. Quando conheci o CrossFit vi que era isso que eu procurava, uma interação maior entre os alunos e os professores. Podemos até chamar de família.

Atualmente temos muitos fotógrafos nas arenas, como você lida com a concorrência?

Temos espaços para todos os fotógrafos com competência e ética profissional. Sinceramente, não me preocupo com a concorrência, somos conhecidos entre nós e nos ajudamos sempre. Aliás, em várias competições que participo, chego a indicar meus colegas fotógrafos para os atletas, no intuito de tentar ajudar os novos entrantes. Tenho muitos amigos fotógrafos dentro da área. É super saudável!

Quais eventos você participou?

Meu foco é no estado do Rio de Janeiro. Por isso, foram muitos: Rio Carioca Games, Sun Challenge,  Iron Wod, Wod Social, West Games, TCB, Monstar, Wod Jam, Musas Challenge, Wod Sunset, Inter RioRio, BW Challenge e Chicks and Barbells.

Muitas pessoas fazem fotos. Porém não são profissionais de fato, como você lida com isso, te incomoda?

Sinceramente não! Dentro da arena, por onde passei, só conheci profissionais de gabarito. Sem contar que os atletas sabem onde adquirir uma boa foto. 

Na opinião do WBrasil, o que poderia acontecer para deixarmos a questão dos fotógrafos ainda mais profissional?

Cada competição ter um gestor para cuidar desse quesito. Dessa maneira, analisando o currículo do fotógrafo, experiência, selecionar e gerenciar a equipe dentro da arena.

Qual o tipo de wod é mais fácil de fotografar?

Sinto muita facilidade para fazer as fotos quando os atletas estão no Box Jump.

Qual a importância da fotografia no CrossFit?

Registrar as conquistas dos atletas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visit Us On InstagramVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On Facebook