Colete de Crossfit: Herói ou Vilão?

Um elemento que está cada vez mais presente nos eventos de Crossfit é o colete de peso extra. Vestido pelos atletas durante as competições, ele visa dificultar a execução dos exercícios durante os wods. Porém, o colete de crossfit acaba sendo um forte aliado na hora do treinamento e preparação dos atletas.

São inúmeros os modelos e pesos que os coletes de crossfit possuem. Exercícios ginásticos como pull up, T2B, flexões de braços, air squat, HSPU e até mesmo o Rope Climb podem ganhar mais resultados quando feitos com o colete. A corrida, o double ou single under, assim como o box jump, também podem ser potencializados. Sendo assim, movimentos em que utilizasse a força dos membros ou apenas o peso corporal, se usado o colete, poderá acrescentar força e aumentar a capacidade física e cardiorrespiratória do atleta. Com tempo e frequência de uso, os exercícios com o colete poderão começar a fazer efeito. Assim, será a hora de tira-lo e testar o corpo sem o peso extra. A diferença acaba ficando notória e a evolução, com certeza, será sentida.

Isso tudo acontece, pois, o uso do colete exigirá maior oxigenação do corpo, visto que o esforço feito pelo acréscimo de peso será maior. Isso fará com que a capacidade do movimento, quando estiver sem o colete, seja maior. Dessa maneira, muitos atletas utilizam o colete para aumentar seu desempenho.

Cuidados com o uso

Pood, Ares Gear, RXelite, WBR Works, Black Socks, Mamut, Gladius, 5.11 (Rio Tactical), etc. Existem diversas marcas de colete de crossfit no mercado. Porém, além de ver a qualidade dos coletes, outro ponto que precisa ser visto são as maneiras de usar o equipamento. Utilize um colete de acordo com seu peso e capacidade. Um peso que seja acima do que pode aguentar poderá machucar a coluna. Além de dificultar demais, podendo ocasionar de ter um movimento errado na execução. Dessa maneira, não trará o resultado esperado, ou pior, poderá contundir o atleta. Também não deve se usar sempre o colete, o ideal e dar intervalos entre o uso e lembre-se que em exercícios de LPO, o colete acaba não sendo necessário.