Não troque o Hero Wod Murph pelo Wod Atalanta

Muitas coisas foram diferente esse ano, entre eles o CrossFit Games. O evento deu o que falar, aliás vem dando. Agora com o final do ano e a chegada do momento de realizar o tão temido Hero Wod Murph, uma nova questão vem aparecendo em alguns boxes: realizar o Wod Atalanta no lugar.

Essa foi a última prova do Games desse ano e consistia em uma intensa prova de sobrecarga de movimento, em certo ponto, lembrando o Murph. Mas com certeza, bem mais intenso e pesado. Contudo assistir os grandes nomes do CrossFit realizando a prova, é inegável, dá vontade de se testar no workout. Muitas pessoas já começam a dizer que poderiam trocar e ao invés de realizar o Murph, faria o Atalanta como prova de final do ano para se testar.

Porém, algumas coisa precisam ser destacadas antes de realizar uma prova como Atalanta. Para quem não lembra ou não acompanhou a grande final do Games, o workout consiste em uma corrida de 2 milhas, 100 HSPU, 200 pistols, 300 pull-ups e para finalizar, mais 2 milhas, tudo isso vestindo os coletes de sobrepeso. Só por ai, já dá para entender como esse workout é mais pesado do que o clássico de final de ano.

Lembrando que o Murph é sem dúvida, um dos workouts mais pesados da CrossFit e só de conseguir realizar ele já é um grande feito. Além disso, ele é um workout facilmente adaptado para pessoas iniciantes, diferente do Atalanta. Mas existem outros motivos para que o Atalanta não seja uma prova ideal para ficar no lugar do Murph.

Complexidade de movimentos e excesso de repetição

Diferente do Murph que traz apenas o pull up como um movimento mais complexo, o Wod Atalanta traz desde o seu começo, exercícios que exigem um nível de habilidade maior. Assim, ao invés dos push ups, ele traz o HSPU e no lugar do air squat, o pistol. Contudo pela complexidade de se realizar esses movimentos, eles podem se tornar altamente lesivos para quem se arrisca a fazê-los sem ter total habilidade deles.

Contudo, ter a habilidade desses movimentos também não é garantia de segurança, uma vez que é necessário um número extremamente alto de reps. Com isso a consistência e o controle precisam entrar em ação. Afinal é natural que com o cansaço a técnica acabe ficando de lado, por mais que o certo seja o contrário. Então quanto maior o seu controle e consistência, menor o risco de lesões.

Esse simples fato pode ser o suficiente para que o praticante se machuque de maneira boba. O mesmo acontece com os pull ups que passam de 100 (Murph) para 300. Vale lembrar que tudo isso acontece após uma longa corrida que desgasta as pernas dos praticantes, que terão que fazer agachamentos equilibrando e jogando todo o peso para uma perna só.

Existe um número “saudável” de repetições a serem feitas para que o corpo não se lesione, se pensarmos que até mesmo os bons praticantes de CrossFit podem chegar a um PR de pull up strict entre 30 e 40 reps, ter que aumentar o número para 300, pode ser um prato cheio para lesões.

Então quem pode fazer o Atalanta?

A resposta pode parecer meio óbvia para alguns, mas a realidade é que esse workout, como muitos dos Games, não são feitos para serem testados por praticantes do esporte, mas sim pelos atletas de CrossFit. Aliás, até para eles, o Atalanta é um workout extremamente delicado para não se ter lesões.

Uma prova disso é a mão da americana, Haley Adams após acabar a prova no evento esse ano. Ela terminou com a mão sangrando e em carne viva por conta dos pull ups. Uma atleta de elite e que foi bem em todas as provas do Games. Por isso, o mais certo é deixar esse tipo de workout para os profissionais e manter o Hero Wod Murph para os boxes. Afinal, só ele já é o suficiente para ser uma prova de fogo e adapta-lo para as demais categorias se torna muito mais simples.

Porém, se você for um atleta e estiver certo de que pode realizar esse tipo de prova, com certeza vale a pena se testar, caso contrário, focar nas estratégias para conseguir realizar o Murph é sem dúvida a melhor saída para fechar o ano sem dores além das musculares.

Wod Atalanta

  • For Time
  • 1 mile Run
  • 100 Handstand Push-Ups
  • 200 Alternating Pistols
  • 300 Pull-Ups
  • 1 mile Run
  • Colete (20/14 lb)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *