Victor Breedveld o fenômeno teen do TCB

Victor Breedveld é uma das grandes promessas do CrossFit brasileiro. Porém, a grande prova desse fato é que o rapaz de 17 anos acaba de conseguir se qualificar na terceira seletiva do TCB, realizado no Rio de Janeiro. Aliás, com louvor ao conseguir finalizar todos os cinco workouts em primeiro lugar. Como não poderia ser diferente, fomos atras do fenômeno que está se preparando para correr atrás do bicampeonato. Afinal, foi ele quem ficou no ponto mais alto do pódio do TCB ano passado na categoria Teen.

Agora, Victor já visa tentar mais uma vez ser o grande campeão em seu último ano dentro da categoria. Assim, o representante da CrossFit Lendários falou com a nossa equipe sobre seu início no CrossFit e um de seus maiores desafios, conciliar os treinos para o TCB e os estudos para prestar o vestibular para medicina. Acompanhe e conheça quem é o atleta que vem fazendo bonito no TCB.

Como você conheceu o CrossFit e quando começou a treinar?

Conheci o CrossFit através do meu pai e do treinador dele, o Guilherme Belém. Ele estava abrindo o CrossFit Troia na época e me chamou para treinar e experimentar o esporte. Visto q eu era muito gordinho e não fazia atividades direito. Aliás, não conseguia nem me pendurar na barra na primeira aula minha. História muito longa essa do início (risos). Mas foi em 2016, mas só com o foco para saúde e bem estar.

Além dessa dobradinha no TCB, qual outro evento você participou?

Já participei de campeonatos internos no box , Open e Qualifiers dos anos de 2016 até hoje.

Dentre os grandes atletas de CrossFit que temos, existe algum deles que você se espelha?

O Rich Froning, meu maior ídolo dentro do esporte.

Qual a sua rotina de treino? Como cuida da sua alimentação?

Treino seis dias, durante três horas, com um day off. Para alimentação sigo o planejamento alimentar direcionado pelo meu nutricionista.

Você sentiu dificuldade em alguma das provas do TCB? Qual? Qual delas vocês teve mais facilidade?

A mais difícil pra mim foi a última com o Pistol que é meu pior movimento. A mais fácil para mim foi a do Wall Ball com o LPO, visto que são minhas melhores valências no CrossFit.

A partir do ano que vem você se torna maior de idade. Acredita que já pode começar a competir nas categorias RX e Elite?

Acredito que posso participar da Elite que por vez não será nada fácil. Mas também é algo totalmente plausível e “treinável”. Com isso, nada que dedicação, foco e treino não resolvam.

Você pretende seguir a carreira de atleta ou tem planos para alguma outra profissão?

Sim, tenho planos para seguir outra carreira. Pretendo cursar medicina, quero trabalhar como médico.

No TCB seu pai estava competindo e sua mãe e irmão marcaram presença. Qual a importância de ter a família ao lado nesses momentos?

Minha família sempre esteve ao meu lado pra tudo e me apoiando cada segundo da minha vida. Para mim a família é a base de tudo e sem eles eu não seria um terço do que sou hoje em dia. Por isso, devo tudo que sou aos meus pais e a família que tenho e amo muito.

Como é viver em uma família onde 100% das pessoas praticam o CrossFit?

É muito “legal”. Porque “rola” sempre uma competição e um incentiva o outro a cada dia em busca de novas conquistas. Além de estarmos treinando juntos.

Quais serão os seus planos para o resto desse ano? O que podemos esperar do Victor para o futuro?

Manter meu planejamento de estudos e treino, priorizando meus estudos visto que esse ano vou prestar vestibular e ganhar mais uma vez o TCB. Porém, podem esperar para o futuro, um médico de excelência e que também após passar as dificuldades da vida, voltará ao CrossFit e aos campeonatos.

Quem são seus coaches e apoiadores?

Meu coach que está comigo todos os dias é o Guilherme Belém. Porém meu coach que passa o plano de treinamentos é o Éder Costa com a planilha Onair. Os meus apoiadores são: @cflendarios, @d1fitnessbr, @rokbox_fitness, @acquafarma, @wodhands, @nutribrunochlamtac@brothersnutrition, @blacksocksteam e @dra_barbaravasconcelos.

Deixe um recado para nossos leitores.

Acredito que a vida deve ser vivida a cada momento. Assim, não deixe de fazer nada para depois se arrepender de não ter feito. Derrotas fazem parte do processo e do aprendizado. Mas sempre que quiser algo, corra atrás disso e não deixe que nada te impeça, sonhe! Um abraço a todos e espero que tenha esclarecido uma pequena parte da minha trajetória. Além de ter deixado essa mensagem no coração de vocês , sou apenas um menino de 17 anos que tem muito que aprender com a vida. Mas podem acreditar nessas palavras que elas são mágicas!!!! Abraço a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *