TCB chega ao fim com os novos campeões

Ph: Marcelo Kodato

Chegou ao fim o maior evento de CrossFit do Brasil. O TCB 2019 realizou a grande final na cidade de Sorocaba. Assim, após nove workouts de tirar o fôlego, foram encontrados os campeões mais bem condicionados desse ano. Com isso, foram descobertos os dez maiores atletas, nas diversas categorias, além de descobrir a equipe mais bem preparada. Além disso, o evento premiou, com R$500,00, os vencedores de cada prova.

Teen

Dessa maneira o TCB trouxe dois nomes, que ainda prometem estrelar bastante no Brasil. Os teens Bia Clemente e Victor Breedveld. Enquanto Bia conseguiu, com uma grande tranquilidade ficar distante da segunda colocada, Maria Nascimento e da terceira Carolyne Silva, ao vencer todas as provas, com exceção da última que ficou em segundo.

Victor teve um pouco mais de dificuldade para bater Luiz Henrique que permaneceu na cola do aluno do coach Guilherme Belém durante todo o evento. Porém, Victor conseguiu levar para casa o troféu de campeão e três primeiro lugar nos workouts. Lucas Silva ficou com a terceira colocação.

Master 35 – 39

Foi sem dúvida um belo duelo de se ver, tanto a categoria feminina, quanto a masculina do evento. Com pouca diferença entre os três primeiros candidatos, a consistência de resultados foi o que salvou o pódio dos primeiros colocados. Assim Ana Vanessa conseguiu se consagrar a campeã do TCB esse ano, ao levar duas vezes o primeiro lugar nos workouts. Seguida de Jucele Lucas que acabou perdendo a ponta ao ficar em oitava colocação na primeira prova e sétima na penúltima. Contudo, a atleta, mesmo com duas colocações ruins, conseguiu ficar a frente de Gabriela Massaro.

O mesmo pode ser visto no masculino. Mesmo com a nona colocação no terceiro workout, Clayton Rodrigues conseguiu ficar a frente de Vinicius Ruiz e de Guilherme Belém. Contudo, Ruiz ainda acabou o TCB levando, além da segunda colocação, três prêmios de primeiro lugar nos dois primeiros workouts e na grande final. Já Guilherme, conseguiu a terceira colocação e a vitória em uma das provas.

Master 40 – 44

Foi quase hegemônico a vitória de Janaina Barduco. Afinal, ela levou cinco dos workouts, ficando quase impossível conseguir chegar perto da primeria colocada. A tarefa árdua ficou para Marilia Ferreira (2º lugar) e Sara Machado (3º lugar). Porém, a diferença de resultados deixou a campeã isolada na primeira colocação.

Contudo, a mesma tranquilidade não aconteceu no masculino. Andre Ness teve que penar para se manter em primeiro lugar. Ainda mais após pegar a décima colocação no segundo workout. Contudo os três primeiros lugares nos demais workouts fizeram a diferença para garantir o pódio. Ricardo Monteiro ficou apenas 10 pontos atrás de Andre e Marcos Bonatto ficou com a terceira colocação, mesmo levando a melhor em três provas.

Master 45+

A consistência de resultados fez com que Rosinea Morais, mesmo sem vencer nenhuma prova, conseguisse garantir o segundo lugar, ficando a frente inclusive de Annamaria Lopez que conquistou a vitória em três provas. Porém, as quatro vitórias nos workouts fizeram com que Luciane Macias disparasse na frente, fechando o TCB com 30 pontos de vantagem sobre Rosiane.

Foi um disputa acirrada de pontos entre Luiz Renato e Manoel Gomes. Afinal nos quatro primeiros workouts Manoel conseguiu ficar a frente do seu adversário. Porém sua décima colocação na prova final, além da forte recuperação de Luiz nas quatro últimas provas, fizeram com que Manoel ficasse com a segunda colocação. Já Luiz pode subir no ponto mais alto do pódio e fechando as colocações, Marco Antonio ficou em terceiro.

Time

O time da CrossFit Barueri (Bruna Allemany, Felipe Roza, Dany Coelho e Luiz Filipe Bombacini) fez bonito esse ano no TCB. Com quase 100 pontos do segundo colocado, o time da CrossFit Ribeirão Preto (Juninho Belem, Mariellen Trevisan, Welligton Mateus e Andressa Garcia), a equipe conseguiu ser a grande campeã do campeonato. Além de levar as três primeiras provas. O que impulsionou a equipe para o pódio. Aliás, nem a décima colocação na quarta prova foi o suficiente para tirar a equipe da briga pelo primeiro lugar.

Para finalizar o pódio, a equipe de Anderon Primo, Bartira Rodrigues, Amanda Mobilon e Thiago Mesquita, da equipe da CrossFit Bauru conseguiram a terceira colocação. Embora tenham ficado por duas vezes em primeiro nos workouts. A 32ª colocação na terceira prova do evento, acabou sendo uma âncora para a pontuação da equipe.

Elite

Os mais esperados de todo o evento também deram um belo espetáculo. Aliás, no feminino a atleta Nathalia Mencari provou que as planilhas do head coach Beto Cardoso da More Reps estão fazendo efeito. Após representar o Brasil na International Governing Body for Competitive Functional Fitness na Suécia no início do mês. Nathalia voltou para o país e levou o primeiro lugar do TCB para casa, além de levar o primeiro lugar na terceira prova do evento.

Para o segundo lugar, Gabriella Moratti fez bonito durante todo o TCB, levando dois primeiros lugares. Recuperando as forças depois de 24ª colocação na segunda prova do evento. Já o pódio da elite feminina do TCB fechou com chave de ouro e muita classe. Afinal, a representante desse ano do Brasil no CrossFit Games, Susana Etto, subiu ao pódio para pegar a última vaga entre as campeãs.

Enquanto no masculino, Kaique Cerveny “passou o carro” na competição e terminou isolado na primeira colocação com 129 pontos à frente de Pedro Martins. Embora tenha ido bem nos demais workouts, as primeiras provas não foram muito boas para Pedro. Encontra partida, Kaique fez bonito conseguindo três primeiros lugares nas quatro primeiras provas. Além de levar a melhor em mais uma prova, totalizando quatro vezes o primeiro lugar nos workouts.

Assim, mesmo ganhando dois workouts, Pedro não conseguiu subir no lugar mais alto do pódio. Porém, conseguiu se manter na segunda colocação, à frente de Vitor Caetano. Ele por sua vez, conseguiu se segurar na terceira colocação, mas acabou não sendo uma preocupação nem para Pedro, que ficou 12 pontos à frente, muito menos para Kaique.

Baixas na Elite

Infelizmente dois grandes nomes do CrossFit Brasileiro precisaram encerrar mais cedo suas participações no TCB esse ano. Vivi Aielo e André Sanches. Vivi acabou se contundindo e machucando o joelho, precisando deixar a competição no meio do caminho. Já André Sanches, sentiu-se mal com quedas bruscas de pressão e não conseguindo mais manter se nas provas. Deixando também o evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *