TCB Tubarão traz novos recordes

ph: Carol Pederneiras

Um show de quebras de recorde. Assim que pode ser considerado a seletiva do TCB, realizada no último final de semana na cidade de Tubarão. Com novos recordes quebrados, principalmente no elite masculino, o evento pode ser considerado um dos mais competitivos até o momento. Porém, ainda falta mais uma seletiva, de Pinda, para sabermos se de fato a de Tubarão foi a maior. Contudo, uma das grandes diferenças do evento foi em relação a categoria Teen e Master 45+ feminino, que tiveram apenas uma competidora.

A representante Teen da CrossFit High Pulse Guarapuava, Marina Magatão, embora tivesse sua vaga garantida só por participar, não se conteve apenas com isso. Assim, ela trouxe dois novos recordes para os workouts “CONFIANÇA” e “MÃOS AO ALTO”, acabando com a marca de Bia Clemente, que obtinha todos os recordes. Já para o Teen masculino, o destaque ficou para o segundo lugar, o atleta Daniel Pereira, da CrossFit 1530. Embora não tenha conseguido superar o primeiro lugar, Lucas Silva, da CrossFit 1530, Daniel é novo dono dos recordes dos workouts “ORGULHO” e “VAI OU RACHA”. Para a terceira colocação, o atleta João Pedro Figueiredo, da CrossFit Lobus, conseguiu a última vaga, levando o primeiro lugar na prova “POPEYE”.

Master 40-44

Na categoria Master Feminina 40 a 44, apenas quatro competidoras realizaram a seletiva. Assim, mesmo com o empate em número de vitórias nos cinco workouts entre Renata Inamassu, da CrossFit Estivadores, e Ana Claudia Cabral, da Meet CrossFit, foi Renata que levou a melhor. A decisão se deu por conta da única vitória de Tatiana Cavagnolli, da CrossFit Flore da Cunha, que venceu a “PROVA CONFIANÇA”. Assim, Renata ficou em segundo e Ana acabou com o terceiro lugar, dando o desempate final. Assim, Tatiana fechou o pódio com o terceiro lugar.

No Master Masculino 40 a 44, a consistência foi o desempate que trouxe José Murillo, da Tukaha CrossFit para o primeiro lugar. José empatou com Pedro Galvão, Cross Nova Prata, e Giuliano Gomes, da CrossFit Gabarra, na prova “POPEYE”. Porém, a sequência de dois segundos lugares conseguiram colocar José na primeira posição. Aliás, mesmo com Pedro conseguindo três vitórias em cinco workouts. Fechando o pódio, Danilo Ramos, da Score CrossFit, ficou com a última vaga. Giuliano raspou no pódio, mas ficou em quarto na colocação da seletiva.

Master 45+

Enquanto isso no Master 45+ feminino, a atleta da CrossFit Sinos, Miriam Oliveira não teve problemas para conseguir sua vaga para a grande final. Afinal, apenas ela competiu na categoria. Por outro lado, no masculino, os atletas tiveram que suar a camisa. Assim, não só competiram pesado como recordes foram quebrados. Aliás, o grande nome da competição foi Marco Antonio Marcelino, da CrossFit SM30.

Afinal, além de levar o primeiro lugar na etapa de Tubarão, Marco também conseguiu alcançar o topo no ranking geral da categoria. Aliás, além da boa colocação, Marco assina o novo recorde na prova “MÃOS AO ALTO”. Enquanto o segundo lugar ficou com Marcos Yamada, da CF Zero, a terceira colocação ficou com o representante da CrossFit Mutantes, Alexandre Marchini. Por sinal, o atleta da Mutantes impôs um novo PR ao recorde, com 90kg.

Elite

No feminino a CrossFit Moema conseguiu colocar mais uma atleta no primeiro lugar do pódio. A paulistana Vivi Aielo foi a grande vencedora da seletiva. Mesmo finalizando o primeiro dia de competição em baixa, após um quarto lugar e um PR baixo que a jogou na décima colocação, Vivi surpreendeu no domingo e virou o jogo. Assim, conquistou dois primeiros lugares e um segundo lugar, subindo no ponto mais alto da competição. Assim dividindo o coração de Caro Hobo, que agora terá que torcer para ela e pela campeã da primeira seletiva, Karime Ferrari. Com isso, na sequência, Claudia Amaral, CF PR43, pegou o segundo lugar e Tassia Dadda, CrossFit High Pulse, ficou com o terceiro. Contudo, um dos destaques não subiu ao pódio, a atleta da CrossFit Itapety, Elluar Gomes, impôs um novo recorde para a prova “ORGULHO”.

Já no masculino tivemos uma chuva de novos recordes. Assim, apenas o recorde de Filemon Souza, da Vittoria CrossFit, no “MÃOS AO ALTO” da seletiva Rio, que se manteve. Dessa maneira, todos os outros recordes foram quebrados nessa seletiva. Thainã Beraldo, Cross Hammer, levou o primeiro lugar na seletiva, no ranking geral e impôs dois novos recordes. Aliás, Thainã é experiente dentro do TCB, participou ano passado e promete ser um duro adversário na final. Logo em seguida o segundo lugar na vaga do CrossFit Games desse ano, Guilherme Domingues, da CrossFit Sinos, assinou sua vaga para a final do TCB, mesmo sem ganhar nenhum workout. Fechando as classificações, Lucas da Rosa, CrossFit Lobus, conquistou a última vaga e o recorde na prova “POPEYE”.

Confira os melhores resultados dos workouts Elite do TCB

Masculino

Prova 1 – 05:21 – Thainã Beraldo – Seletiva de Tubarão
Prova 2 –  113 Kg – Pedro Albano – Seletiva de Tubarão
Prova 3 – 09:11 – Lucas da Rosa– Seletiva de Tubarão
Prova 4 – 9:59 – Filemon Fernandes – Seletiva de Rio de Janeiro
Prova 5 – 05:13 – Thainã Beraldo – Seletiva de Tubarão

Feminino

Prova 1 – 06:30 – Elluar Gomes – Seletiva de Tubarão
Prova 2 –  79 kg – Brunela Poncio – Seletiva de Rio de Janeiro
Prova 3 – 10:14 – Andressa Ferreira – Seletiva de Fortaleza
Prova 4 – 10:27 – Thais Nunes – Seletiva de Rio de Janeiro
Prova 5 – 05:26 – Luiza Dias – Seletiva de Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *