Desafio do Mano vai invadir os boxes

A Red Bull resolveu inovar e entrar de cabeça no mundo do CrossFit. Para isso, a marca trouxe, para dentro da modalidade o “Desafio do Mano”. O projeto já existe desde 2018 com o foco na cultura, inovações e esporte. Agora com o crescimento do CrossFit, a marca resolveu se envolver. Afinal, somos o segundo país com o maior número de boxes no mundo.

Para poder criar o desafio, a Red Bull se juntou a primeira marca de suplementos voltados 100% para o CrossFit, a Hopper Nutrition. “Eu e a Caro (Hobo) já tínhamos feito alguns eventos e ações em parceria com a Red Bull. Como o @redbullmano ativa diversas frentes em São Paulo surgiu um interesse em apoiar e promover uma experiência ‘legal’ dentro deste universo que vivemos”, explicou Vivi Aielo, uma das desenvolvedoras do projeto. O Desafio do Mano consiste em levar para os boxes de São Paulo um workout de competição. O evento é voltado para os praticantes Scale e RX, ambas as categorias no feminino e masculino. Serão sempre os mesmos wod para todos os boxes e individual. “A ideia é que os alunos tenham uma ‘aula normal’ programada e no final as baterias de validação do WOD DO MANO”.

Assim, os atletas com os melhores resultados de cada box ganharão um prêmio. Enquanto, o melhor colocado geral será o grande vencedor do desafio. “Haverá premiação mas ela não é o foco do nosso projeto. Mesmo assim valorizamos muito o esforço dos atletas participantes e queremos sim reconhecer e destacar os que atingiram melhores resultados. Todos os ganhadores de cada etapa (box) vão receber produtos dos parceiros e apoiadores e claro, Red Bull. Além disso, um troféu bem bacana. Enquanto, os campeões gerais também ganharão outros produtos no final do Desafio”.

Desafio do Mano quer ajudar na confraternização dos boxes

Vivi ainda salienta que o foco do projeto é ajudar na confraternização: “o foco não é em atletas da Elite, e sim de praticantes, alunos e entusiastas do esporte. A ideia é passar um dia maravilhoso com os amigos e coaches do seu box, com muita música, Red Bull e animação para que todos possam dar o seu melhor”. Além de Vivi e Caro, esse ano o projeto ainda traz o atleta da marca Anderon Primo, André Sanches e Bruno Miranda também como embaixadores. Contudo, além dos grandes nomes do CrossFit atual, o evento traz um grande e importante nome. O coach Tiago Heck, um dos primeiros treinadores do país, é o responsável pela criação do WOD DO MANO.

Assim, todo mês o projeto irá lançar um Ranking geral com os melhores colocados. Quando terminar o desafio, serão conhecidos os campeões gerais das quatro categorias. Além disso, também haverá um ranking classificado por box e os 10 boxes com melhores resultados se classificarão para uma etapa presencial em time chamando de Desafio Fortify. Além de se desafiar, os alunos poderão ter a presença dos embaixadores em seu box. “Nós iremos participar de alguns, porém dependemos da agenda pessoal de cada um, agenda de eventos e competições. Como esse Desafio vai durar meses ainda não temos as localizações para estipular a presença dos atletas em determinada data”.

Projeto vem ganhando força dentro do CrossFit

Para esse ano, o número de boxes participantes pode chegar até 30 e pode ser locais de CrossFit, CrossTraining e Funcional, sem a necessidade de serem afiliados da CrossFit Inc. Contudo, esse número mostra a evolução do projeto, afinal, ano passado apenas seis boxes foram visitados pela equipe da Red Bull. Outro fato que mostra essa evolução, segundo Vivi, é a presença de novos parceiros no Desafio do Mano. “Esse ano  estamos com outras marcas envolvidas. Pois além da Red Bull, tem a Fortify, a Hopper, a KVRA e a Careclub”. Cada uma dessas marcas serão responsáveis por alguma ação no evento: “a Hopper vai garantir que energia não vai faltar. Por isso, estaremos juntos nos boxes com brindes e amostras dos nossos produtos para os atletas do desafio”.

Embora o projeto tenha começado de maneira forte esse ano, o desafio ficará apenas no Estado de São Paulo. Porém Vivi não descarta um avanço do projeto: “fizemos um teste bem pequeno o ano passado. Estamos agora lançando para o estado de São Paulo com um time top e maior. Vamos ver como vai ser por aqui esse ano. Assim ano que vem sentamos com a Red Bull para entender com eles a possibilidade de expansão ou não para o Brasil. Mas seria muito ‘legal’. Já estou empolgada de pensar nisso (risos)”.

Como participar

Para os interessados em participar, basta fazer a solicitação no perfil do Instagram do desafio e pedir, quanto mais pedidos, mais chances. Para realizar o desafio, Vivi explica o que o box deve ter: “para a realização do wod, os boxes precisam ter somente o rig, as caixas e os dumbells. Com relação a estrutura do box, precisa ter um espaço para estacionar o carro do desafio dentro ou bem próximo do local do treino. Só isso”.

Sendo assim, Vivi conta a importância do projeto para o mundo do CrossFit. “Na verdade estamos olhando além do Crossfit. Treinar junto e se sentir motivado já é tão ‘legal’, não é? Queremos somente potencializar e incentivar isso para a população que vive isso diariamente. Estamos enxergando em como ter uma experiência diferente na prática da atividade física de alta intensidade, com apoio de marcas e atletas que inspiram as pessoas”.