Lifters: a sapatilha de LPO

Com o passar do tempo e a evolução que o CrossFit vem trazendo, muitos produtos seguem a cada dia melhorando. Entre eles, está o tênis. Já usados pelos profissionais de levantamento de peso, as sapatilhas de LPO são ótimas opções na hora de bater o PR. Contudo, esses calçados tem um preço bem salgado no Brasil e chegam a passar de R$1000,00 o par. Assim, os Lifters, como são conhecidos, não são tão vistos nos boxes. Embora estejam aparecendo aos poucos.

Mas há uma dúvida que paira na cabeça de muitos praticantes quanto a necessidade de se adquirir um Lifter. Esse estilo de calçado possui um solado plano e rígido, além de um salto no calcanhar. Essa rigidez do Lifter auxilia e aumenta a estabilidade dos pés, pois faz com que ele fique por inteiro no chão, diferente dos tênis de corrida, por exemplo. Já o salto no calcanhar, que possui de 1 a 3cm,  escolhido de acordo com o tamanho das pernas, serve como corretor postural. Pois diminui o esforço no tornozelo e traz para os glúteos a responsabilidade de exercer a força.

Mesmo assim, a importância do Lifter depende bastante da necessidade de cada atleta. Por ser um tênis mais pesado, exercícios como o Box Jump, BURPEE, sinlge ou double under, HSPU, entre outros, não ficam bons de serem executados com ele. Por outro lado, para exercício de força como um Complex de LPO ou bater o PR, o Lifter irá ajudar. Porém, para quem não necessita levantar  muito peso, optar por tênis como o Reebok Nano ou Nike Metcon, pode ser a saída. Esses tênis acabam sendo bons. Pois possuem o solado mais firme para o LPO e acabam sendo aproveitados para os demais movimentos do CrossFit também.